• Jessica Dourado

Dom ou Exercício? O que é Liderança e Quais São os Tipos de Líder

Texto em colaboração com Caroline Balduci de Mello


Muito se fala sobre fórmulas de sucesso para pequenos, médios e grandes negócios. Mas uma variável importante de qualquer fórmula é a influência, é a influência do líder na produtividade da equipe. O que impacta diretamente no sucesso (ou ruína) da empresa.


Mas quem é o bom líder?


A pessoa que sabe liderar entende que a empresa é como se fosse um organismo vivo e tem as próprias necessidades, algo que reverbera nas suas atitudes. Dificilmente deixa o próprio ego falar mais alto em detrimento do desenvolvimento da empresa.


O líder conhece gente: sabe identificar quais são os pontos fortes e fracos dos seus colaboradores e como direcioná-los para o lugar certo, aproveitando assim suas melhores qualidades em prol do desenvolvimento do todo.


Um líder não se sente ameaçado quando se depara com um colaborador melhor que ele em algum aspecto. O líder de verdade celebra habilidades melhores que as próprias, porque sabe seu papel na organização e sabe que o que importa de verdade não é o seu sucesso profissional ou ego, mas sim o crescimento constante.


Características principais

  • Consegue prever possíveis cenários e elaborar estratégias para cada um deles

  • Busca a otimização de recursos e aumento de produtividade – lembrando que produtividade não é trabalhar 12 horas e sim fazer o trabalho de 12 horas em 6

  • Sabe escolher a direção certa entre muitas possíveis

  • Sabe como motivar as pessoas na direção certa com argumentos competentes, ao mesmo tempo que sabe ouvir opiniões contrárias e debater os melhores caminhos


Liderança é dom ou exercício?


Assim como diversas habilidades que o ser humano possui, a liderança pode ser vista como dom e exercício. Tem gente que nasce com dom, mas quem não nasce pode SIM se tornar um bom líder, se estudar e exercitar.


Toda e qualquer pessoa que deseja empreender no próprio negócio ou mesmo na carreira, precisa saber liderar, então sim, é algo que pode ser desenvolvido – a custo de muito treinamento e muita vontade de deixar crenças e valores construídos ao longo dos anos de lado.


Teorias sobre liderança


Ao longo da história e das nossas vidas também, podemos observar diversos tipos de liderança. Conheça alguns deles:


  • Teoria dos Traços Genéticos: defende que a liderança vem da herança genética. Como se os indivíduos tivessem uma pré-disposição para serem líderes e, por isso, fossem líderes melhores e mais capazes.

  • Teorias Comportamentais: defendem que um líder pode ser formado através da força de vontade, esforço, capacitação e envolvimento.

  • Teoria das Contingências: acredita que o líder se forma através da situação, no melhor estilo “a ocasião faz o ladrão”. De acordo com a demanda do ambiente, a estrutura e os recursos disponíveis, forma-se o líder.

  • Teoria da Meta e do Caminho: quanto mais bem definido o objetivo, melhor será a liderança. Recursos baseados em metas claras, prazos definidos e planejamento estratégico.

  • Teoria da Troca entre Líderes e Liderados: defende a divisão das responsabilidades, focando na equipe; desenvolvimento pessoal como objetivo.

  • Teorias Neocarismáticas: influência através da lábia. Atrai muitos seguidores e consideram a imagem pessoal muito importante. Tem um perfil extremamente carismático, acreditam no relacionamento com os liderados e apelam para o emocional muitas vezes.

  • Teoria da Liderança Situacional: pautada no momento e baseada na Teoria das Contingências. Foca nos liderados, toma decisões baseadas nas opiniões da equipe. O líder normalmente recompensa a motivação da equipe.

  • Teorias Contemporâneas o Inteligência Emocional o Confiança e Liderança o Liderança de Equipe: montagem de equipes de acordo com projetos específicos, liderança em rodízio o Liderança Moral: foco no comportamento ético de exemplos como Martin Luther King, Nelson Mandela e Gandhi.


Nem todo chefe é líder!


Com tudo que foi mostrado acima fica evidente que nem todo chefe é necessariamente um bom líder. Isso porque não são todos que se propõem a se capacitar, aprender mais e, de fato, desenvolver habilidades que envolvem uma liderança eficaz, saudável e inspiradora.


Vale lembrar que, ao contrário da chefia, a liderança não é um cargo! O líder é alguém que tem seguidores cujos valores compartilham e acreditam de verdade. Ao mesmo tempo, liderança não significa ser popular. Liderança é gerar resultados.


Com todas essas informações em mente, colocamos dois questionamentos para você, leitor.

  • Caso você seja chefe: se houvesse um processo seletivo para sua vaga, que envolvesse habilidades de liderança, você passaria?

  • Caso seja colaborador: Se você recebesse a proposta de ser promovido a um cargo de liderança, estaria preparado?

54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo